conservação dos alimentos

Garantir a qualidade na conservação dos alimentos. Saiba como fazer.

16 de março de 2016 O grupo

Depois que você escolheu os alimentos corretamente, executou o manuseio e a higienização devida antes de preparar sua refeição, o  armazenamento e a conservação dos alimentos, sejam in natura ou já preparados, é algo que também influencia diretamente em nossa segurança alimentar. Ninguém gosta de desperdiçar alimentos, ainda mais em um país onde 52,05 milhões de pessoas passavam por algum tipo de insegurança alimentar. (Pnad 2013 – IBGE)
Sendo assim, falaremos sobre a forma correta de armazenamento de alimentos, que além de evitar o desperdício, vai garantir a qualidade e a segurança da sua saúde. Armazenar os alimentos corretamente é importante para manter a comida longe das bactérias e os nutrientes conservados pelo maior tempo possível.

Armazenando os alimentos corretamente.

Os alimentos devem ser guardados separados uns dos outros para que não haja contaminação cruzada e em temperatura adequada para evitar proliferação de microrganismos e toxinas. Além disso, é preciso tomar cuidado com o tipo de recipiente usado e se este está totalmente limpo e vedado.

Mas antes de falarmos sobre as formas de armazenamento propriamente, é importante que você tenha em mente e sempre execute a prática do PVPS – primeiro que vence, primeiro que sai. Exatamente, observe sempre a data de validade dos alimentos e utilize primeiro o mais próximo a vencer. Para os alimentos que estão armazenados fora de sua embalagem original, é importante sempre utilizarmos etiquetas e passarmos as informações do rótulo para ela, só assim, saberemos as informações originais do produto.

Então, vamos as dicas para conservação dos alimentos…

Recipientes para armazenamento: não é interessante armazenar comida em recipientes de plástico, pois quando quentes ou congelados os alimentos em contato com os plásticos estimulam a liberação de toxinas desse material, como o bisfenol A, por exemplo. Assim, é recomendado usar tigelas ou outros vasilhames de vidro.

Filmes plásticos ou papel alumínio: o mais indicado é embalar os alimentos com papel manteiga. Os metais e as substâncias presentes no plástico e no alumínio podem migrar para o alimento quando entram em contato.

Sobras das refeições: O ideal é que esses alimentos sejam armazenados logo após o término da refeição. O rápido resfriamento diminui o risco de contaminação com outros alimentos.

Tempo de armazenamento de alguns alimentos na geladeira: Esse tempo tem variação de um alimento para o outro, porém recomenda-se que não mantenha alimentos já preparados na geladeira por mais de 3 dias. Se esse tempo de armazenamento exceder, não consuma o produto.

 

Fonte: http://saude.ig.com.br/alimentacao/como+armazenar+os+alimentos+e+minimizar+a+contaminacao/n1597105857073.html

Refeições para Empresas Contato

Tags: alimentos conservação QUALIDADE segurança alimentar